Jornal Plural IpiaúConfira as edições impressa. Leia online ou baixe em PDF

Estudantes de Engenharia e Direito são presos com drogas em Vitória da Conquista.

Os suspeitos, a princípio, não tinham ligações um com o outro

Três estudantes universitários foram presos em Vitória da Conquista na tarde de terça-feira (22) com drogas. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP) os estudantes Joel de Moraes Brandão Neto, 25 anos, Vinícius de Souza Aguiar, 29, e Elias Edson da Silva Júnior, 26, foram presos com maconha – a quantidade não foi informada pela polícia – balanças para pesar droga, embalagens e dinheiro.

A ação da polícia integra a Operação Festival Sem Drogas, da Delegacia Especial de Repressão a Tóxicos e Entorpecentes (DTE) da 10ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior de Vitória da Conquista. Neste final de semana a cidade recebe o Festival de Inverno, evento que reúne centenas de turistas.

Com os estudantes de engenharia Joel e Vinícius foram encontradas, segundo a SSP, grande quantidade de maconha pronta para comercialização, balanças para pesar droga, embalagens e dinheiro. Eles foram presos no bairro de Candeias.

No Centro da cidade, por sua vez, a polícia localizou o apartamento de Elias, que é universitário do curso de direito. No local havia grande quantidade de maconha, uma balança, celulares, dinheiro e embalagens.

Elias é estudante de Direito e foi preso por tráfico
Foto: Divulgação SSP

Além dos universitários, no bairro Renato Magalhães foi preso também Marcos Santos Cardoso, 32. A polícia apura se ele possui ligação com os universitários. Marcos já passagem pela polícia por tráfico de drogas, formação de quadrilha, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menores.  Com ele a polícia encontrou grande quantidade de cocaína, crack, balança, embalagens, celulares, dinheiro e um veículo modelo Punto.

Marcos foi preso na operação da polícia e já tinha passagens 
Foto: Divulgação SSP

Segundo o delegado titular da DTE/Vitória da Conquista, Neuberto Costa Souza, os suspeitos, a princípio, não tinham ligações um com o outro. “Após apuração chegamos nos quatro criminosos, cada um em sua localidade. Nesse período de festa eles se preparam pois aumenta a procura por drogas”, ressaltou.

Explosão em mina de Sento Sé deixou dois mortos.

Zona rural de Sento Sé, a “Serra Pelada da Bahia”, foi invadida por forasteiros em busca das preciosas ametistas (Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO).
Causa da morte de garimpeiros, uso de bomba caseira cresce em Sento Sé
A causa da morte de garimpeiros, possivelmente foi por uso de bomba caseira, cresce a suspeita em Sento Sé.
Vítimas usaram dois explosivos para tentar tirar ametistas, mas um só estourou quando entraram no poço. Polícia diz que explosões se intensificaram há um mês. O uso de bombas caseiras para penetrar em rochas profundas na mina de ametista em Sento Sé, na região do Vale do São Francisco, tem se tornado cada vez mais comum entre os garimpeiros que há quatro meses exploram o local.

Foi uma dessas bombas que causou a morte de Ivanilsom Bezerra da Silva, 22 anos, e João Martins Cordeiro Filho, 35, na noite do último domingo, informou nesta terça-feira (22) a Polícia Civil da cidade. A perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT) esteve nesta segunda no poço de 15 metros onde ocorreu o acidente e colheu vestígios do uso das bombas – os detalhes não foram informados.Os corpos dos garimpeiros foram levados para Petrolina (PE), onde residem, e foram enterrados nesta terça.

No local, os peritos obtiveram informações de que o uso das bombas passou a ser intensificado há um mês com a dificuldade em se achar a pedra, devido ao aumento da exploração. Polícia Civil informou que o fato já foi comunicado ao Exército, responsável por fiscalizar o uso de explosivos. Procurado pelo CORREIO, o Exército não respondeu.

A Agência Nacional de Mineração, que já interditou a mina, em junho deste ano, declarou que não tem como controlar o acesso de garimpeiros no local, devido à grande quantidade de pessoas.

De acordo com a agência, na área de 253 hectares do garimpo há 6.457 poços de retirada de ametista – nem todos eles ativos –, e 2.270 barracas usadas por garimpeiros.

Cerca de 8 mil pessoas estão no local em busca da pedra violeta de quartzo cujo quilo é comercializado por garimpeiros, na região, por valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil, e que atravessadores vendem por até R$ 10 mil o quilo

.A GALERIA DE IMAGENS DO GARIMPO EM SENTO SÉ

No acidente, os garimpeiros haviam jogado duas bombas dentro do poço e apenas uma havia explodido, tendo eles achado que a outra não iria mais explodir. Ao descerem no poço, houve a segunda explosão. Ivanilsom morreu na hora e João, no hospital.

Para quem não conseguiu ganhar dinheiro com a pedra, a corrida pela água se dá em condições subumanas. No acampamento que serve de acesso para a face menos acidentada da serra, garimpeiros recorrem a dois poços localizados na área de uma barragem desativada.

Com a água lamacenta ou esverdeada, cozinham, lavam as roupas e o corpo, algo considerado quase um luxo para os trabalhadores que fixaram moradia na mina. Em volta dos buracos, é comum ficar uma semana sem banho. O que sobra nos baldes, quando muito, dá apenas para se limpar após as necessidades fisiológicas, feitas em áreas batizadas de “cagadouros”.

Há ainda quem use os poços para matar a sede, ignorando o alto risco de contrair infecções provocadas pela contaminação da água. “Vi muita gente aqui reclamando de febre, dor de barriga e coceiras depois de beber ou tomar banho lá”, conta Marcelo Correia de Alcântara, fabricante de picolé em Jussara, que montou uma tenda na entrada do garimpo para vender, basicamente, feijão, arroz, açúcar, café, farinha de milho, rapadura, água mineral e cachaça, largamente consumida na Quixaba, onde é batizada de “gás”.

Na escassez hídrica da caatinga, os garimpeiros vivem a expectativa de que a prefeitura de Sento Sé ou órgãos governamentais os ajudem a minimizar a carência de água. Sabem que, do céu, não cai e não vira uma gota por longo tempo. Basta olhar a vegetação em volta. Mandacaru sem flor no pé da serra é um sinal da chuva longe do sertão.

 A busca pela ametista em Sento Sé, Bahia.

O valor dobra quando a compra é feita no alto da mina, onde são frequentes os leilões. Em um deles, presenciado pela reportagem, um vasilhame com 20 litros de água mineral foi arrematado por R$ 80, após intensa disputa entre compradores. O mesmo produto custa, no máximo, R$ 15 em Sento Sé.

Navio naufraga com 70 pessoas e deixa sete mortos no Pará.

7 corpos já foram encontrados e 40 pessoas ainda estão desaparecidas

Na madrugada desta quarta-feira (23), um navio afundou entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no Pará, com cerca de 70 pessoas a bordo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), sete corpos de vítimas já foram encontrados. 40 pessoas ainda estão desaparecidas. Até o momento, apenas 20 pessoas conseguiram chegar com vida à beira do Rio Xingu.

A embarcação, chamada “Comandante Ribeiro”, saiu do município de Santarém e estava a caminho de Vitória do Xingu, destino final da viagem. O naufrágio aconteceu em uma área denominada Ponte Grande do Xingu.

Navio naufraga com 70 pessoas e deixa sete mortos no Pará

Prefeitura de Cachoeira nega irregularidades em convênio.

Por Guilherme Reis | Fotos: Reprodução

A Câmara Municipal de Cachoeira abriu uma CPI para investigar suposto desvio de verba em um convênio celebrado pela prefeitura para ajudar a Santa Casa de Misericórdia, prevendo a contratação de nove motoristas para ambulâncias e o pagamento de R$ 30 mil mensais. Destes, R$ 10 mil seriam entregues todos os meses pelo provedor Juracy Rocha, falecido no mês passado, ao secretário de saúde do município, Mamede Dualib Neto, que assinava os recibos. A informação foi divulgada pelo site Voz da Bahia, que aponta o novo provedor da Santa Casa, Luís Antônio Araújo, como fonte.

Procurada pelo BNews, a prefeitura de Cachoeira, por meio da assessoria de imprensa, alegou que os valores eram repassados por Juracy devido a um problema de saúde que o impossibilitava de ir a Cachoeira. Ele morava em Salvador. “Nisso, passava ao secretário de saúde, que tem todos os recibos”, disse a assessoria, informando que o convênio foi cancelado porque uma das partes que entrou após a morte do provedor não teria repassado o pagamento aos motoristas.

Em entrevista à rádio Paraguassu FM, o prefeito de Cachoeira, Fernando Pereira (PMDB), disse que o convênio foi celebrado porque o percentual de folha já estava “muito alto”. “Precisávamos colocar as ambulâncias para funcionar, era um pleito das pessoas da zona rural. Devido às suas condições de saúde, Juracy mandava pegar os R$ 10 mil e passava a Mamed, que fazia o pagamento aos motoristas. Juracy não confiava em deixar esse recurso na Santa Casa”, justificou, e rebateu a deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), que teceu duras críticas ao imbróglio durante reunião da Comissão de Saúde na AL-BA. “Tem que respeitar o cidadão. Ela acusou o secretário de propineiro, falou isso de maneira irresponsável. Como alguém iria pegar R$ 10 mil de propina e assinar o recibo?”, ironizou, prometendo ir à AL-BA cobrar explicações.

Em sua fala, a parlamentar classificou o convênio como “um esdrúxulo de corrupção”. “A Santa Casa, no seu contrato com a prefeitura, o secretário de Saúde recebia R$ 10 mil em espécie de recurso da Santa Casa”, disse. O BNews tentou falar com Fabíola, mas não havia obtido retorno até a publicação desta nota.

Vídeo: larva é flagrada em prato de Edu Guedes ao vivo na Rede Tv.

Por Redação BNews
Uma larva foi vista na assadeira de Edu Guedes, enquanto o apresentador preparava uma receita durante o “Melhor Pra Você”, da RedeTV!. A cena foi exibida acidentalmente na última sexta-feira (18), mas se espalhou e ganhou repercussão somente no início desta semana.
A emissora tentou abafar a história apagando o vídeo de sua página, mas em vão, já que alguns internautas haviam se antecipado, copiado e publicado o incidente nas redes sociais.
Ao Uol, a Rede TV! afirmou que o colaborador responsável pela falha foi punido pela emissora, mas não esclareceu que tipo de punição ocorreu.
Rede TV!/Divulgação

Salvador: após matéria do BNews, idosa é transferida para hospital em Salvador.

Após matéria do BNews, idosa é transferida para hospital em Salvador.


Por Redação BNews

BNews publicou na terça-feira (22/08), o relato do arquiteto Edilson Campelo sobre um descaso ocorrido na UPA Dr. Hélio Machado, localizada no bairro de Itapuã, em Salvador, onde a mãe dele, Ezilda Maria Campelo de Oliveira, 76 anos, estava internada desde o último dia 13.Ele contou que a paciente foi regulada como prioridade para UTI, porém não havia sido encaminhada até esta terça-feira (22). Além disso, o arquiteto também denunciou a má conduta de uma médica que trabalha na unidade de saúde, que segundo ele, chegou a acusá-lo de roubo.
Após a publicação, a Secretaria Municipal de Sáude (SMS), enviou um posicionamento sobre a situação e acrescentou que a paciente foi transferida para o Hospital Alaíde Costa, localizado no Alto da Terezinha. Confira a nota na íntegra:
“A Secretaria Municipal da Saúde esclarece que a paciente Edilza Maria, 76 anos, deu entrada na UPA de Itapuã no dia 13 de agosto e desde então a equipe multidisciplinar do posto acionou a Central Estadual de Regulação (SESAB) solicitando a transferência da mesma para uma unidade hospitalar com suporte de UTI. Durante os dez dias em que teve internada na UPA, os profissionais prestaram toda assistência necessária para estabilização da usuária, inclusive com a administração do medicamento Tacozin – que não faz parte do elenco de medicação utilizados em pronto atendimentos -, viabilizado junto ao Hospital Menandro de Farias.Sobre suposta má conduta da profissional médica, esclarecemos que o episódio será apurado e caso seja constatado qualquer comportamento incondizente com a postura profissional preconizada em nossa rede, medidas administrativas serão tomadas.Após a autorização da Centra Estadual de Regulação na manhã de hoje (22), a paciente foi transferida para o Hospital Alaíde Costa”.

Jovem é morto em Ilha de Maré e corpo permanece no local após quase 48 horas.

Jovens sumiram no mar após terem entrado para buscar bola (Foto: Reprodução/ TV Bahia)
Por Tiago Di Araujo | Fotos: Ilustrativa

Mapa de Bananeiras (Ilha de Maré), Salvador - BA, 41330-160

Na última segunda-feira (21/08), um jovem foi morto a tiros em Ilha de Maré, em uma localidade conhecida como Bananeiras, por volta das 17h. Apesar do crime ter ocorrido há quase 48 horas, o corpo ainda permanece no local do homicídio, que segundo moradores em contato com o BNews, é um pequeno matagal próximo à residências.
Na manhã desta quarta-feira (23), a vítima foi identificada como Luiz Otávio dos Santos, 21 anos. O pai do jovem implora por ajuda para ter direito de enterrar o filho. “Eu só quero ter o direito de enterrar meu filho, só isso. Não estou pedindo nada demais”, declarou Eliomar Santos em contato com nossa reportagem.
O pai contou que soube da morte do filho horas depois do crime e que procurou a polícia, mas não obteve nenhuma ajuda. “Meu filho foi morto na Ilha de Maré, na segunda de tarde, eu soube pela noite, não deu para ir buscar o corpo. Ontem (terça-feira) eu procurei todos os departamentos e nenhum conseguiu resolver nada”, disse ao revelar que a polícia está impossibilitada de ir ao local.
“Alguns policias, acho que do DHPP [Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa], estiveram comigo na delegacia, e foram informados que os barqueiros se recusam a fazer a travessia de policiais para Ilha de Maré após serem ameaçados por traficantes da região. A polícia não tem barco próprio e agora estão tentando negociar um barco para eu pagar e ir lá buscar o corpo do meu filho. Isso é um absurdo. Tanto investimento que é feito na polícia e a polícia não tem um barco, sabendo de tantas ocorrências que acontecem na Ilha. Cadê o secretário de Segurança Pública que não vê isso?”, questiona ao fazer o desabafo. “O corpo do meu filho já está em decomposição. O sofrimento da minha família é enorme. Eu só quero enterrar meu filho, nada mais”.
Ao BNews, moradores da Ilha afirmaram que já foram feitos diversos contatos com a polícia para informar sobre o crime, o que não adiantou. A reportagem procurou o Departamento de Polícia Técnica (DPT), que desconheceu a ocorrência, também não registrada no boletim diário da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e nem no Centro Integrado de Comunicação (Cicom). Até o fechamento da matéria, o DPT não deu retorno sobre a denúncia. A reportagem não conseguiu contato com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ipiaú: Prefeitura divulga novas regras para dispensa e recolhimento de entulhos

entulhop

A Prefeitura de Ipiaú, por meio do Decreto nº 4.798, criou novas regras para o recolhimento de entulho de imóveis particulares e limpeza de terrenos baldios do município. O objetivo é combater a proliferação de doenças e animais peçonhentos, em decorrência do acúmulo de entulho, além de evitar o entupimento de bueiros. Segundo a secretaria de urbanismo, Vera Andrade, agora os moradores terão um horário para colocar entulhos, o período compreendido entre às 7h da segunda-feira e às 17h da quarta-feira. Para melhorar a coleta, é necessário que o cidadão apresente com antecendência mínima de 24 horas, um requerimento na sala de atendimento à população, que fica localizada no 1º andar da Prefeitura. O descumprimento ocasionará notificação e possível multa, de acordo com o Código Tributário do Município.

Ascom PMI

Pará: População mata 2 bandidos e desfilam com os cadáveres pela rua

IMG_0090

Em Altamira – PA, a população cansada de esperar pelas autoridades, resolveu linchar dois homens que seriam ladrões. Após o linchamento, a população resolveu desfilar com os homens já mortos em carro aberto pelas ruas da cidade. O Pará virou terra sem governo, sem segurança e sem lei. Imagens fortes, vídeo com cenas de violência explícita, não recomendado para menores.

Veja abaixo…

Justiça determina prisão do ex-jogador Roberto Carlos, diz jornalista

Justiça determina prisão do ex-jogador Roberto Carlos, diz jornalista
Foto: Angel Martinez / Getty Images

Após a prisão de Edilson na semana passada , um outro pentacampeão também pode ir preso pela falta de pagamento de pensão alimentícia. De acordo com o jornalista Leo Dias, o ex-lateral-esquerdo Roberto Carlos pode ter o mesmo destino do “Capetinha”, à pedido da Justiça paulista. Segundo a publicação, ele não paga a pensão da filha Rebecca há cerca de dois anos. Atualmente, Roberto Carlos está na Espanha. Ele é embaixador do Real Madrid e participa de ações e jogos festivos do clube espanhol. A Justiça está esperando a chegada do ex-craque para prendê-lo. Caso ele não retorne ao Brasil, a possibilidade da expedição de um mandado de prisão internacional é cogitada, de acordo com a reportagem. Campeão mundial com o Brasil em 2002, Roberto Carlos também foi finalista do Mundial de 1998 e em 2006 caiu nas quartas de final. Ele acumula passagens por clubes como Palmeiras, Corinthians, Internazionale e Fenerbahçe.

FHC prevê que PSDB lançará Alckmin à Presidência em 2018, diz coluna

FHC prevê que PSDB lançará Alckmin à Presidência em 2018, diz coluna
Foto: Divulgação

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso tem dito a interlocutores que a maior probabilidade é que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin seja a candidatura lançada pelo PSDB à Presidência da República nas eleições de 2018. De acordo com informações da coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o tucano avalia que Alckmin tem mais história e estofo para enfrentar a campanha do que o prefeito de São Paulo, João Doria, que é apadrinhado político do governador e outro nome incensado como possível postulante do partido. FHC acredita também que Alckmin tem maior condição de enfrentar a prolongada crise política do país caso seja eleito.

Dilma critica privatização da Eletrobras e diz que fornecimento de energia está ameaçado

Dilma critica privatização da Eletrobras e diz que fornecimento de energia está ameaçado
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

A ex-presidente Dilma Rousseff criticou a proposta do Ministério de Minas e Energia de privatizar a Eletrobras. Para ela, a medida pode ameaçar o fornecimento de energia elétrica, deixando o país sujeito a apagões. Além disso, Dilma acredita que a mudança deve resultar em um valor “estratosférico” nas contas de luz para os brasileiros. “Vender a Eletrobras é abrir mão da segurança energética. Como ocorreu em 2001, no governo FHC, significa deixar o País sujeito à apagões”, publicou a ex-presidente por meio de sua conta no Twitter nesta terça-feira (22). “O resultado é um só: o consumidor vai pagar uma conta de luz estratosférica por uma energia que não terá fornecimento garantido”, concluiu. Atualmente, a União detém 51% das ações ordinárias (com direito a veto). Por meio de comunicado divulgado nesta segunda (21), o Ministério de Minas e Energia informou que pretende reduzir a participação no capital da empresa. Dilma sugeriu também que a decisão pela privatização da estatal tenha sido tomada como reflexo da “farra da compra de votos” e do ajuste da meta fiscal. O governo federal estima obter R$ 20 bilhões com a venda de ações da Eletrobras.

OAB decide entrar na Justiça contra aumento de impostos sobre combustíveis

OAB decide entrar na Justiça contra aumento de impostos sobre combustíveis
Foto: Roberto Parizotti

O Conselho Federal da OAB aprovou por unanimidade nesta terça-feira (22) o ajuizamento de uma ação civil pública na Justiça para contestar o aumento de impostos sobre combustíveis no Brasil. O presidente nacional da Ordem, Claudio Lamachia, criticou a medida do governo federal por “colocar apenas a mão no bolso do cidadão” para solucionar as questões econômicas. “Já temos uma das maiores cargas tributárias do mundo e essa ideia de aumento de impostos é simplista para resolver problemas do Brasil que precisam ser resolvidos com gestão. Essa ideia de colocar apenas a mão no bolso do cidadão para resolver os problemas de caixa do Brasil não tem dado certo e temos visto isso”, reclamou Lamachia. Outras quatro liminares concedidas em primeiro grau que determinavam a suspensão do aumento de impostos já foram derrubadas por um Tribunal. O Conselho Federal da OAB argumenta que o reajuste das alíquotas anunciada pelo governo federal no dia 20 de julho (veja mais) é inconstitucional por violar o princípio da legalidade e da separação dos poderes desvirtuar a finalidade das cobranças de PIS e Cofins.

Planalto prevê pacote de 58 privatizações; expectativa de arrecadar R$ 44 bi

Planalto prevê pacote de 58 privatizações; expectativa de arrecadar R$ 44 bi
Foto: Alan Santos / Presidência da República

O governo federal deve anunciar nesta quarta-feira (23) uma carteira de 58 projetos a serem incorporados ao Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), destinados à privatização. A expectativa é arrecada pelo menos R$ 44 bilhões com os projetos, dos quais metade deste valor deverá entrar nos primeiros cinco anos. Estão na licitação a Eletrobras, 11 blocos de linhas de transmissão de energia, terminais portuários, rodovias, aeroporto e venda ou extinção de empresas públicas como a Casa da Moeda, Companhia das Docas do Espírito Santo e do Maranhão, Casemg e Ceasa Minas. o anúncio deve ocorrer nesta quarta-feira (23), quando também devem ser iniciados os estudos para concessão do Parque Olímpico do Rio de Janeiro. De acordo com O Globo, os detalhes serão divulgados depois da reunião do conselho do PPI. A privatização da Eletrobras e do aeroporto de Congonhas foram incluídos na lista para o governo levantar receitas para cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 159 bilhões em 2018. A equipe econômica, inclusive, quer que o vencedor da disputa por Congonhas pague o valor da outorga, avaliado em pelo menos R$ 6 bilhões, à vista. A arrecadação com a Eletrobras deve ser de R$ 20 bilhões. Já a licitação dos 11 lotes de linhas de transmissão requer um investimento estimado em R$ 10 bilhões em cinco anos. O leilão está previsto para dezembro do ano que vem. O governo ainda decidiu relicitar a rodovia BR-153 (Goiás-Tocantins), que estava nas mãos do grupo Galvão e teve a concessão cassada, e conceder a BR-364 (Mato Grosso-Rondônia). Os investimentos em ambas está projetado em R$ 12 bilhões ao longo dos contratos. Também serão licitados 15 terminais nos portos de Belém, Vila do Conde, Paranaguá e Vitória, bem como devem ser definidos novos parâmetros para a Lotex da Caixa Econômica Federal. A concessão da loteria Raspadinha será por 30 anos, com obtenção estimada em R$ 1 bilhão. De acordo com O Globo, a ideia é incluir na lista de projetos a relicitação do aeroporto de Viracopos (Campinas) e a venda da participação da Infrero (de 49%) em Brasília, Guarulhos, Galeão e Confins. O dinheiro deverá ficar com a estatal, como compensação pela entrega de Congonhas. Também perderão mais dois blocos de aeroportos no Nordeste, com Receife, Maceió, Aracaju, João Pessoa, Campina Grande e Juazeiro, e no Centro-Oeste, com Cuiabá, Sinop, Barra do Garças, Alta Floresta e Rondonópolis. A expectativa é obter outorga de R$ 1,9 bilhão e investimento de R$ 3 bilhões. No anúncio desta quarta devem ser confirmadas três rodadas de licitação de petróleo e gás, incluindo pré-sal e campos terrestres, um investimento de R$ 12 bilhões.

Suposto agiota é apreendido com cartões, documentos e cheques de terceiros

Amargosa: Suposto agiota é apreendido com cartões, documentos e cheques de terceiros
Foto: Reprodução / Ascom / PC

Um mandado de busca e apreensão na casa e na fazenda de um acusado de agiotagem e de envolvimento com o tráfico de drogas foi cumprido nesta segunda-feira (21), por policiais da Delegacia Territorial (DT) de Amargosa. Foram encontrados nas residências diversos cartões benefício e senhas, 76 folhas de cheques preenchidos de diferentes bancos, 20 notas promissórias e 97 documentos de IPVA e DUT de veículos. Em depoimento, Geraldo Souza dos Santos, de 45 anos, admitiu que é agiota e que empresta dinheiro há mais de dez anos. Entretanto, ele afirma que nunca esteve envolvido com tráfico de drogas. De acordo com o delegado Adilson Bezerra, agiotagem é crime contra economia popular. “Elas procuram os agiotas para comprar remédios e comida e acabam tendo seus bens ou documentos retidos, como o cartão do Bolsa Família com a senha, por exemplo”, explicou, afirmando que a investigação continua. As pessoas que tiveram seus documentos e cartões retidos por Geraldo devem comparecer a unidade policial para receber os pertences. O delegado lavrou o procedimento legal indiciou Geraldo por usura. Ele foi liberado e responderá o processo em liberdade.

STF aceita denúncia e Collor vira réu na Lava Jato.

O ex-presidente é acusado de comandar um esquema de desvio de recursos na BR Distribuidora; para advogado, ‘não há uma prova efetiva’ na denúncia

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira aceitar a denúncia proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-presidente e senador Fernando Collor (PTC-AL), no âmbito da Operação Lava Jato. O julgamento que ocorreu na Segunda Turma do STF foi resolvido por unanimidade: os ministros Edson Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli votaram para que Collor se tornasse réu.

Esta foto de Collor é muito sintomática, reparem no foco luminoso, parece uma outra coisa. mande a sua ideia, ou seja a tua opinião.

Amigos são para sempre, ou não?

Salvador: Uber expulsou o motorista suspeito de abusar de adolescente em Salvador.

(Foto: Divulgação).
Empresa informou que comportamento de ‘assédio e violência contra mulheres’ não são tolerados

motorista de Uber acusado de abusar de uma adolescente de 13 anos, na manhã desta segunda-feira (21), em Salvador, foi banido da plataforma. Conforme a assessoria do aplicativo, a medida é tomada sempre que comportamentos do tipo são identificados e confirmados.

Em nota, a assessoria de comunicação da Uber afirmou, ainda, que está à disposição das autoridades e vai colaborar com as investigações. De acordo com a  empresa, nenhuma viagem da Uber acontece de forma anônima, ou seja, há sempre a possibilidade de identificar condutor e passageiro.

O motorista foi identificado apenas pelo nome de José e, segundo a delegada, está sendo procurado pela Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

Aeroporto de Ilhéus passa para o governo da BA antes de processo de concessão à iniciativa privada.

Documento que garante a delegação do aeroporto ao governo baiano foi assinado pelo ministro Maurício Quintella, que também revogou portaria que até então atribuía a exploração do aeródromo à Infraero.

Aeroporto de Ilheus, na Bahia. (Foto: Reprodução/Infraero)Aeroporto de Ilheus, na Bahia. (Foto: Reprodução/Infraero)

Aeroporto de Ilhéus, na Bahia. (Foto: Reprodução/Infraero).

Governador Rui Costa em audiência no Ministério dos Transportes.

Costa assina contrato de delegação no Ministério dos Transportes || Foto Edson Leite

Costa assina contrato de delegação no Ministério dos Transportes || Foto Edson Leite

O Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus (BA), no sul da Bahia, foi repassado nesta terça-feira (22) para o governo do estado, que vai iniciar o processo de concessão do terminal à iniciativa privada. A informação foi divulgada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. O aeroporto, construído na década de 30, período da Segunda Guerra Mundial, é um dos mais antigos aeroportos do estado e o terceiro maior em número de passageiros. Em 2016, recebeu mais de 550 mil pessoas. Até abril deste ano, 190 mil viajantes assaram pelo terminal.

O documento que garante a delegação do aeroporto ao governo baiano foi assinado, em Brasília, pelo ministro Maurício Quintella. No mesmo ato, o ministro também revogou a portaria que até então atribuía a exploração do aeródromo à Infraero.

Com a medida, a estatal ainda vai operar o aeroporto por até um ano, período a ser utilizado pelo governo baiano para realização do processo de concessão à iniciativa privada. O processo passará pela anuência da União. Anuência é a autorização aos estados ou municípios para realizarem a concessão de terminais delegados.

Com a responsabilidade nas mãos do Estado, a programação é lançar licitação para que empresas de aviação civil disputem a gestão. De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, quem ganhar a licitação, além de ampliar o terminal de passageiros, realizar obra de recuperação da pista e a obra de tráfego aéreo, terá como obrigação fazer o estudo de localização, o projeto e o licenciamento ambiental para o novo aeroporto de Ilhéus.

São estimados investimentos, por parte do futuro concessionário do aeroporto, de R$ 100 milhões ao longo dos 30 anos da concessão. Nos cinco primeiros anos do contrato estão previstos R$ 30 milhões para ampliação do terminal de passageiros, estacionamento de veículos, restauração do pavimento da pista de pouso/decolagem, pátios, taxiways e vias de serviço e a reforma e ampliação da Seção de Combate a Incêndio.

O ministro informou que, hoje, a operação do Aeroporto de Ilhéus é deficitária para a Infraero em cerca de R$ 6 milhões por ano. Com a concessão, a outorga a ser paga pela concessionária vai indenizar a empresa em R$ 12 milhões ainda antes da assinatura do contrato. Esse recurso, ainda segundo o ministro, será utilizado exclusivamente para custear os programas de adequação de efetivo da empresa.

Segundo a Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), há uma demanda turística reprimida de mais de 500 mil passageiros por ano que poderia ser atendida pelo aeroporto. Com a delegação, a Seinfra pretende fazer uma concessão com o propósito de qualificar o aeródromo para atender melhor a toda a região. No primeiro semestre deste ano, o terminal de Ilhéus movimentou cerca de 300 mil passageiros e 690 toneladas de cargas.

O Jorge Amado será o décimo aeroporto na Bahia a receber anuência da Secretaria de Aviação Civil para concessão. Antes dele, os aeródromos de Barreiras, Comandatuba, Feira de Santana, Lençóis, Teixeira de Freitas, Caravela, Valença, Vitória da Conquista e Porto Seguro já haviam sido delegados ao Governo do Estado. Com isso, passam a ser 83 terminais que estão sob responsabilidade da Seinfra.

História

Assim como Barreiras, Caravelas e Belmonte, o Jorge Amado foi construído na década de 30, período da Segunda Guerra Mundial. Durante mais de 40 anos, foi administrado pela Força Aérea Brasileira (FAB). Já nos anos 80, a Infraero passou a ser responsável pela gestão e permanece por até no máximo um ano para garantir funcionamento até finalização da nova modelagem.

Ipiaú: Técnicos trabalham para reativar sinal da Globo, diz prefeitura

depositphotos_49076609-stock-video-smart-tv-and-senior-man

Em contato extra oficial com fonte ligada ao governo da prefeita Maria das Graças, o IPIAÚ ON LINE obteve informação exclusiva de que técnicos da TV Sudoeste, emissora de Vitória da Conquista afiliada da Rede Globo, já se encontram na cidade procedendo trabalho de religamento da aparelhagem que serve ao município.

A prefeitura deverá ainda emitir em breve uma nota oficial tratando do tema. O IPIAÚ ON LINE também levantou informações de que já existem discordância de envolvidos no caso a respeito da verdadeira propriedade do terreno tido como de responsabilidade da senhora Maciana Bastos, que procedeu, através de técnicos contratados, o desligamento do sinal da Globo em Ipiaú alegando falta de contrato para o uso do solo.

Ipiaú on Line

EXCLUSIVO Ipiaú: Prefeitura se posiciona sobre problema com sinal de TV.

Tv sem sinal miriam 2

Em contato com representantes do poder público municipal, o IPIAÚ ON LINE teve acesso à informações que esclarecem a polêmica gerada pelo corte do sinal da TV Sudoeste ( afiliada da Globo ), TV Itapuã ( afiliada da TV Record ) e internet pública a partir de equipamentos que há década encontram-se instalados no alto da Serra da Torre, em Japumirim, município de Itagibá.

Segundo informações da prefeitura, concedidas com exclusividade ao IPIAÚ ON LINE o poder público não pode pagar aluguel de um terreno sem contrato de cooperação com as referidas emissoras . A prefeitura na atual administração notou a falta de respaldo jurídico no repasse de recursos sem uma documentação devidamente registrada.

Quanto ao sinal de internet instalado no local, este pertence a uma empresa particular de Ubatã, sem que ninguém tenha informado até o momento quem autorizou a implantação desses equipamentos no mesmo local.

Ainda conforme setores da prefeitura, o órgão já teria entrado em contato com as emissoras e constatou que todas fazem a sua própria manutenção não necessitando de empresa contratada pela prefeitura para o fazer. A torre fica no município vizinho e não existe contrato de cooperação das emissoras com a prefeitura que dê respaldo ao pagamento desse aluguel .

emissoras-1024x576

A prefeita Maria das Graças já entrou em contato com todas as emissoras que acertaram de fazer o contrato direto com a proprietária do terreno. A TV Record tomou providências imediatamente. A justificativa é de que “a prefeita não pode pagar aluguel de forma irregular para atender a Globo e está buscando a melhor forma para resolver o problema. Já a Globo estaria movendo ação no setor judicial para restabelecimento do sinal. Ainda a respeito do sinal da Globo, o engenheiro chefe da TV Sudoeste está enviando uma equipe a Ipiau nesta terça feira (22) para tomar providências e religar os sinais . Se preciso for, inclusive colocando a antena em outro ponto.

TVE, SBT e Band
Nossa reportagem obteve ainda informações de que a regularização dos sinais da TVE e SBT, cujas antenas se encontram dentro da prefeitura , tem sido normal. O problema quanto à Globo e Record é em relação à difícil localização dos equipamentos.

Já quanto ao sinal da Band, a emissora não tem licença da Anatel para a cidade de Ipiaú. A Band no momento não tem como atingir cidades de 50.000 habitantes. Conforme o representante da empresa, contactado pelo IPIAÚ ON LINE, seria um investimento de 80 mil reais para um novo aparelho, já que o transmissor anterior está obsoleto a partir do momento em que o sinal da emissora passou a ser digital , por isso a Band perdeu o sinal no município.

Ipiaú on Line

Ipiaú: Além da Tv Globo, sinal de internet pública também foi desligado.

Sem internet

Mais um transtorno está sendo gerado pelo impasse na negociação da manutenção do contrato entre a prefeitura de Ipiaú e a proprietária do espaço utilizado para instalação de antenas de transmissão de sinal de tv e também de internet pública.

De acordo com informações fornecidas ao IPIAÚ ON LINE por Marciana Bastos, além do desligamento dos equipamentos que transmitem o sinal da Tv Globo (Sudoeste) e Tv Record (Itapuã) – ver matéria, ela realizou também com o auxílio de um técnico contratado, o desligamento dos equipamentos utilizados para retransmitir o sinal de wifi disponibilizado pela prefeitura em várias ruas e praças públicas, e também em alguns órgãos públicos do município, como escolas, secretarias e unidades de saúde.

Os equipamentos de propriedade da prefeitura de Ipiaú foram desligados. (Fotos Marciana via WhatsApp/Ipiaú On Line)
Os equipamentos de propriedade da prefeitura de Ipiaú foram desligados. (Fotos Marciana via WhatsApp/Ipiaú On Line)

Segundo a proprietária do local informou ao IPIAÚ ON LINE, um dos principais impasses está na sustentação por parte do município em afirmar que no local não há qualquer equipamento de propriedade da prefeitura, que este seria um dos motivos para não haver negociação de pagamento de aluguel. Porém, contrariando essas informações, em dois dos equipamentos fotografados por Marciana, constam etiquetas de patrimônio da Prefeitura Municipal de Ipiaú.

Os equipamentos de propriedade da Tv Sudoeste também foram desligados e estão à disposição da empresa para buscá-los.
Os equipamentos de propriedade da Tv Sudoeste também foram desligados e estão à disposição da empresa para buscá-los.
Local onde estavam instalados os equipamentos da Tv Sudoeste.
Local onde estavam instalados os equipamentos da Tv Sudoeste.

Resta aguardar que todo esse impasse seja resolvido, para que alunos e unidades de saúde não tenham seus serviços prejudicados pela falta de internet.

O Ipiaú On Line irá buscar maiores informações junto ao setor responsável, a fim de conhecer o posicionamento do município em relação a esses assuntos. Noel Rodrigues / Ipiaú On Line

Exclusivo: Sinal da Rede Globo foi desligado em Ipiaú por falta de contrato.

Fora do AR

No início da tarde desta segunda-feira (21), a população ipiauense foi surpreendida com o repentino desligamento do sinal da Tv Sudoeste, sucursal da Rede Globo na região Sudoeste da Bahia.

O que parecia ser apenas uma falha temporária e que já é rotina na cidade, escondia um absurdo ainda maior: O desligamento dos equipamentos ocorreu pela falta de renovação de contrato de aluguel do terreno onde encontram-se instalados os equipamentos de transmissão do sinal, na conhecida “torre”.

Em informações obtidas com exclusividade pelo IPIAÚ ON LINE, Marciana Bastos, neta da proprietária do imóvel onde encontra-se instalado os equipamentos de transmissão, nos informou que eles tomaram a atitude de fazer o desligamento dos equipamentos de transmissão, em razão da não regularização contratual sobre o aluguel da área utilizada pela prefeitura, que vem sem ser pago desde o governo passado.

De acordo com Marciana, foram várias as tentativas de negociação junto à Prefetura e a procuradora do município, Drª Fátima, contudo, não houve acordo. Marciana informou ao IPIAÚ ON LINE que o argumento da prefeitura é que não cabe pagamento de aluguel por parte da prefeitura, por não possuir nenhum equipamento de propriedade dela (prefeitura) no local, e que a responsabilidade do pagamento pertence às emissoras que utilizaram o local para instalação de seus transmissores e demais equipamentos. Também, segundo Marciana, apesar dos equipamentos beneficiarem mais de 35.000 habitantes ipiauenses, foi alegado que a área está situada no município de Itagibá, ou seja, fora do território ipiauense.

Marciana informou que buscou contato tanto com a Tv Sudoeste (Globo) quanto com a Tv Itapuã (Record) e ambas informaram que sempre foi de responsabilidade das prefeituras entrarem com a contra-partida de locação e vigilância do espaço onde situam-se as torres de transmissão dos sinais de tvs, não só aqui como em diversos outros municípios.

Marciana informa que desde o governo passado e a atual gestão municipal, nenhum pagamento foi realizado por parte do município, bem como não houve nenhuma conciliação no que diz respeito à renovação do contrato de locação. Dessa forma, os custos relativos à vigilância e manutenção dos equipamentos não estão sendo cobertos.

A proprietária, em contato com a  Tv Itapuã (Record), conseguiu entrar em acordo com eles e dessa forma, provisoriamente não irá realizar o desligamento do sinal da Record na cidade.    Noel Rodrigues / Ipiaú On Line

Itambé Agora

 

Ipiaú: Prefeitura não paga aluguel de terreno e sinal na torre da TV Sudoeste é desligado

Donos do imóvel. Prefeitura alega que o aluguel é de responsabilidade das emissoras de TV. Record também teve o sinal interrompido por desligamento.
No início da tarde desta segunda-feira (21), a população ipiauense foi surpreendida com o repentino desligamento do sinal da Tv Sudoeste, sucursal da Rede Globo na região Sudoeste da Bahia. O que parecia ser apenas uma falha temporária e que já é rotina na cidade, escondia um absurdo ainda maior: O desligamento dos equipamentos ocorreu pela falta de pagamento do aluguel por parte da prefeitura, do terreno onde encontram-se instalados os equipamentos de transmissão do sinal, na conhecida “torre”. Em informações obtidas com exclusividade, Marciana Bastos, neta da proprietária do imóvel onde encontra-se instalado os equipamentos de transmissão, nos informou que eles tomaram a atitude de fazer o desligamento dos equipamentos de transmissão, em razão do não pagamento do aluguel da área por parte da prefeitura municipal de Ipiaú.
De acordo com Marciana, foram várias as tentativas de negociação junto à Flávia Mendonça e a procuradora do município, Drª Fátima, contudo, não houve acordo. Marciana informou que o argumento da prefeitura é que não cabe pagamento de aluguel por parte da prefeitura, por não possuir nenhum equipamento de propriedade dela (prefeitura) no local, e que a responsabilidade do pagamento pertence às emissoras que utilizaram o local para instalação de seus transmissores e demais equipamentos. Também, segundo Marciana, apesar dos equipamentos beneficiarem mais de 35.000 habitantes ipiauenses, foi alegado que a área está situada no município de Itagibá, ou seja, fora do território ipiauense.
Ela informou ainda que buscou contato tanto com a Tv Sudoeste (Globo) quanto com a Tv Itapuã (Record) e ambas informaram que sempre foi de responsabilidade das prefeituras entrarem com a contra-partida de locação e vigilância do espaço onde situam-se as torres de transmissão dos sinais de tvs, não só aqui como em diversos outros municípios. Ou seja, houve um jogo de empurra-empurra.
Ainda, Marciana informa que durante os mais de 40 anos em que existe o uso da propriedade para instalação dos equipamentos de transmissão, esta foi a primeira vez em que os pagamentos deixaram de ser realizados. Segundo ela, desde o início da atual gestão municipal, ou seja, há oito meses nenhum pagamento foi realizado por parte do município, bem como não houve nenhuma conciliação no que diz respeito à renovação do contrato de locação. Dessa forma, os custos relativos à vigilância e manutenção dos equipamentos não estão sendo cobertos. A proprietária, em contato com a Tv Itapuã (Record), conseguiu entrar em acordo com eles e dessa forma, provisoriamente não irá realizar o desligamento do sinal da Record na cidade. Enquanto esse impasse não é resolvido, a população mais carente, que não dispõe de condições de adquirir uma antena parabólica ou até mesmo uma tv por assinatura, fica a mercê do descaso por parte da administração municipal. // Ipiau Online.

  Republicados também em vários outros sites:  

Itambé Agora

 Índios Tapuias.

Plural Ipiaú:

A prefeitura do município de Ipiaú, já pagou o aluguel do terreno durante vários anos, fica a grande duvida, de porque ela parou de pagar o aluguel daquele terreno?

Utilizar o terreno de uma propriedade, sem pagar o aluguel não nós parece o correto, ou seja, muito estranho e provavelmente ilegal. Tal fato deve ser esclarecido imediatamente pelas autoridades competentes de Itagibá, aonde esta localizado tal terreno.

Afinal quem autorizou a construção de varias antenas e construções no local, cadê o Ministério Publico, enfim as autoridades competentes do município de Itagibá!

Sem falar que no local se instalou também o equipamento antena de uma empresa operadora de sinal de celular, o aluguel esta sendo pago?

Estranho, realmente muito estranho o que esta ocorrendo, com a palavra as autoridades competentes de Itagibá e da Bahia.

Imagens do local, algumas imagens vistas do local, que é uma região histórica, aonde viveram os índios Tapuias e sendo também uma área de reserva da Mata Atlântica.

Desligamento de equipamentos deixa Ipiaú sem sinais da Globo e Record.

Equipamentos de transmissão foram desligados pela suposta proprietária do terreno (Foto: Arquivo)
O município de Ipiaú está desde a tarde dessa segunda-feira (22) sem os sinais dos canais da TV Sudoeste (afiliada da Rede Bahia) e TV Itapuã (afiliada da Record). A interrupção foi provocada após o desligamento dos equipamentos de transmissão. Um provedor de internet que distribui o sinal WI-FI gratuitamente em pontos da cidade também foi afetado. A Central da 55ª Companhia Independente da Polícia Militar que utiliza um aparelho na torre de transmissão para se comunicar com as viaturas em Ipiaú e em cidades vizinhas também teria sido prejudicada. Em contato com nossa redação, o Major Jocevã Oliveira, negou a informação e afirmou que a  comunicação está funcionando com dificuldades; “mas já faz algum tempo”, disse (veja mais). O transtorno é justificado por uma senhora que afirma ser proprietária da área onde estão instalados os equipamentos e torres de transmissão, a qual, afirma que a medida foi necessária devido o impasse no contrato de aluguel do local situado no município de Itagibá. A prefeitura afirma que entrou em contato com as emissoras e constatou que todas fazem a sua própria manutenção, não necessitando de empresa contratada pela prefeitura para o fazer. “A torre fica no município vizinho e não existe contrato de cooperação das emissoras com a prefeitura que dê respaldo ao pagamento desse aluguel . A prefeita entrou em contato com todas as emissoras que acertou de fazer o contrato direto com a proprietária do terreno. A TV Record tomou providências imediatamente e a Globo segundo a mesma o assunto está no Jurídico”,  informou a prefeitura em nota enviada à imprensa. Em contato com a TV Sudoestes, nossa reportagem foi informada que a direção da emissora já está ciente do caso e que fará um novo contato com a prefeitura nessa terça-feira (22), mas adiantou que a parte de infraestrutura é de responsabilidade do município. (Giro Ipiaú).

Comandante da 55ª diz que comunicação com a central está funcionando normalmente.

Major Jocevã Oliveira é comandante da 55ª CIPM (Foto: Giro Ipiaú)
O comandante da 55ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), Major Jocevã Oliveira, em contato com nossa redação afirmou que apesar do desligamento dos equipamentos de transmissão na área conhecida como Alto da Torre, a comunicação da Central com as viaturas não foi prejudicada. “Estamos com dificuldade, mas já faz algum tempo. Não estamos sem comunicação. Amanhã ou quinta estará em Ipiaú uma equipe da superintendência de telecomunicações da SSP (Secretaria de Segurança Pública), que fará uma avaliação da nossa comunicação para corrigir”, afirmou o major. Por conta de um imbróglio entre a prefeitura municipal de Ipiaú e uma mulher que afirma ser proprietária do terreno onde estão localizados os equipamentos  e torres de transmissão das emissoras da TV Sudoeste (afiliada da TV Bahia/Globo) e TV Itapuã (afiliada da Record), a cidade foi prejudicado com a suspensão dos sinais de tv e de uma empresa de internet. A prefeitura afirma que entrou em contato com as emissoras e constatou que todas fazem a sua própria manutenção, não necessitando de empresa contratada pela prefeitura para o fazer. Em contato com a TV Sudoestes, nossa reportagem foi informada que a direção da emissora já está ciente do caso e que fará um novo contato com a prefeitura nessa terça-feira (22), mas adiantou que a parte de infraestrutura é de responsabilidade do município. (Giro Ipiaú)