Jornal Plural IpiaúConfira as edições impressa. Leia online ou baixe em PDF

Basta! Nem o governador esta seguro em Ipiaú.

Plural Ipiaú, minha gente, se nem o governador esta seguro em Ipiaú, ele que é sempre acompanhado por sua segurança pessoal, a policia militar de elite, o que dizer do povo de Ipiaú.

Felizmente nos temos Deus para nós proteger, mas é obrigação do governo também atuar seriamente. Cadê a policia Federal?

O trafico tem de ser enfrentado seriamente, nos não aceitaremos uma “cracolandia” em Ipiaú. Cadê os candidatos para a eleição em 02 de outubro, cobramos um posicionamento deles sobre a falta de segurança em Ipiaú. (Plural Ipiaú).

Governador promete resposta firme em Ipiaú: “criminosos da política ou do banditismo não vão intimidar a sociedade”

2

 

 

Ipiaú: Comício com participação do governador termina com um morto e seis baleados

Foto:Giro Ipiaú
Uma pessoa morreu e outras seis ficaram feridas em um evento político realizado na noite dessa quinta-feira (16), em frente ao Ginásio de Esportes Clériston Andrade, em Ipiaú, com a presença do Governador Rui Costa. Os tiros foram disparados por um homem ainda não identificado que fugiu a pé. Segundo populares, ele teria se dirigido até Danilo Menezes de Souza e realizado os disparos.
Danilo não resistiu e morreu no hospital (Foto:Giro Ipiaú)
Além de Danilo, outras seis pessoas foram atingidas. Ronaldo Pinto Andrade (baleado na virilha), Saionara Menezes de Souza (baleada em um dos dedos da mão), Joélio dos Santos (baleado no braço), Alexsandro (baleado no braço e na perna), um jovem identificado pelo prenome de Alan (baleado na perna) e Fábio dos Santos (baleado no pé).  Danilo morreu na madrugada dessa sexta-feira. Ele foi levado para o Hospital Prado Valadares, em Jequié, numa unidade avançada do Samu.
Mais três baleados foram encaminhados para Jequié (Foto:Giro Ipiaú)
Ronaldo, Joélio e Alessandro também foram encaminhados para a unidade hospitalar de Jequié para serem submetidos aos procedimentos cirúrgicos de retirada das balas. Segundo uma das vítimas contou ao GIRO, momentos antes dos tiros, teria ocorrido uma briga (veja o vídeo do momento dos disparos)
Atentado aconteceu em frente ao Ginásio de Esportes (Foto:Giro Ipiaú)

O tiroteio aconteceu durante o discurso da candidata a prefeita de Ipiaú, Maria das Graças (PP). No momento dos tiros, Rui Costa se preparava para deixar o palanque. Houve muita correria e confusão no local. A polícia já tem pistas do autor dos disparos e já apreendeu um menor suspeito de participação no crime.

Movimentação no HGI foi intensa na noite de quinta (Foto:Giro Ipiaú)

O governador comentou o caso, em entrevista ao radialista Celso Rommel, e prometeu reforçar a segurança até as eleições e quis atribuir o fato a um atentado político: ”É uma prática que a gente sempre imagina que já estava enterrada, a pior forma possível de se fazer política. Mas a resposta será dura, será firme. A partir de amanhã (16) vamos manter um pelotão especializado da caatinga em Ipiaú até o dia da eleição e um grupamento especializado da Polícia Civil para deixar claro que criminoso, seja da política ou do banditismo, não vai intimidar o estado de direito e nem a sociedade. Aqueles que querem se impor pelo medo terão a força e a mão do estado botando ordem, colocando presos aqueles que querem aterrorizar as famílias de Ipiaú”, disse. “Nós vamos com certeza pegar os responsáveis por isso”, acrescentou.

Governador participava de um comício quando foram disparados os tiros.

A polícia informou que o crime foi motivado por uma rixa entre o autor e a vítima, Danilo. Na manhã dessa sexta-feira (16) cinco suspeitos foram apresentados na delegacia. Um deles teria afirmado que a confusão ocorreu após uma “cotovelada” no percusso da passeata. (Giro Ipiaú).

 

 

http://jornalsportnews.blogspot.com.br/2016/09/um-morto-e-seis-feridos-bala-em-comicio.html

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Um morto e seis feridos a bala durante comício em Ipiaú

Uma pessoa morreu e seis ficaram feridas durante um comícío na noite de quinta-feira (15/9), em frente ao Ginásio de Esportes Clériston Andrade, na cidade de Ipiaú. O tiroteio aconteceu durante o discurso da candidata a prefeita de Ipiaú, Maria das Graças (PP). No momento dos tiros, o governador Rui Costa se preparava para deixar o palanque. Houve muita correria e confusão no local. A polícia já tem pistas do autor dos disparos e apreendeu um menor suspeito de participação no crime. O governador comentou o caso e anunciou reforço da segurança até as eleições: ”É uma prática que a gente sempre imagina que já estava enterrada, a pior forma possível de se fazer política. Mas a resposta será dura, será firme”, disse. De acordo com o blog Giro em Ipiau, o governador anunciou que a partir desta sexta-feira (16) será mantido um pelotão de Policiamento Especializado da Polícia Militar (CIPE) e agentes especializados da Polícia Civil na cidade até o dia da eleição, “para deixar claro que criminoso, seja da política ou do banditismo, não vai intimidar o estado de direito e nem a sociedade. Aqueles que querem se impor pelo medo terão a força e a mão do estado botando ordem, colocando presos aqueles que querem aterrorizar as famílias de Ipiaú”, disse o governador. Os tiros foram disparados por um homem ainda não identificado que fugiu a pé. Segundo populares, ele teria se dirigido até Danilo Menezes de Souza e realizado os disparos. A vítima foi transferida para o Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, onde faleceu. Outras seis pessoas foram atingidas: Ronaldo Pinto Andrade (baleado na virilha), Saionara Menezes de Souza (baleada em um dos dedos da mão), Joélio dos Santos (baleado no braço), Alexsandro (baleado no braço e na perna), um jovem identificado pelo prenome de Alan (baleado na perna) e Fábio dos Santos (baleado no pé). (Giro em Ipiaú).

Ipiaú: Morre uma das sete vítimas baleadas em comício

Danilo não resistiu e morreu na madrugada (Foto:Giro Ipiaú)

Uma das sete pessoas baleadas em um comício, realizado na noite dessa quinta-feira (15) em Ipiaú, não resistiu aos ferimentos e faleceu na madrugada dessa sexta-feira (16) no Hospital Prado Valadares. A morte de Danilo Menezes de Souza foi confirmada ao GIRO pela Assistência Social da unidade hospitalar.

Danilo não resistiu aos disparos e morreu no hospital Prado Valadares

Outras três pessoas foram encaminhadas ao Prado para serem submetidas a cirurgias de retirada das balas. Os três restantes permaneceram no Hospital Geral de Ipiaú. De acordo com o major Jorge Alexandre, dois suspeitos do crime já foram detidos pela Polícia Militar que segue com a ocorrência em busca da arma usada no crime. Ainda segundo o comandante da 55ª CIPM, a motivação teria sido uma rixa entre o autor dos disparos e Danilo Menezes. As investigações são conduzidas pelo delegado da Polícia Civil, Ivan Lessa.

Tiroteio ocorreu durante comício em frente ao Ginásio de Esportes (Foto:Giro Ipiaú)

O tiroteio aconteceu durante o discurso da candidata a prefeita de Ipiaú, Maria das Graças (PP). No momento dos tiros, o governador Rui Costa se preparava para deixar o palanque (ver vídeo). Houve muita correria e confusão no local em frente ao Ginásio de Esportes Clériston Andrade. O autor dos disparos se aproximou de Danilo e começou a atirar com uma pistola. Além do alvo do bandido, outras seis pessoas foram atingidas; Ronaldo Pinto Andrade (baleado na virilha), Saionara Menezes de Souza (baleada em um dos dedos da mão), Joélio dos Santos (baleado no braço), Alexsandro (baleado no braço e na perna), um jovem identificado pelo prenome de Alan (baleado na perna) e Fábio dos Santos (baleado no pé). Esses seis não correm risco de morte. (Giro Ipiaú).

Ipiaú: Acusado de atirar em comício diz que confusão foi gerada após uma cotovelada na passeata

Cinco pessoas foram detidas acusadas de envolvimento no crime (Foto:Giro Ipiaú)
A polícia militar prendeu cinco suspeitos de envolvimento no crime praticado na noite dessa quinta-feira (15), durante um comício em frente ao Ginásio de Esportes Clériston Andrade. Cinco pessoas foram detidas e apresentadas na manhã dessa sexta-feira (16) na delegacia de Ipiaú. Segundo um policial militar informou ao GIRO, a motivação alegada por um dos autores dos disparos, teria sido uma cotovelada durante o percurso da caminhada política. “Ele (acusado) disse que após uma cotovelada, houve um desentendimento e ele com o parceiro foram em casa e se armaram, retornando para o local do comício. Foram usadas duas armas, um revólver e uma pistola. Apreendemos o revólver, mas a pistola ainda não foi encontrada”, disse o PM. Ainda segundo a autoridade policial, o crime não teve cunho político. Os suspeitos permanecem detidos e serão ouvidos pelo delegado Ivan Lessa. Em instantes mais informações no Giro Ipiaú.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *