Jornal Plural IpiaúConfira as edições impressa. Leia online ou baixe em PDF

Chiquinho deixou seu nome na historia do bom futebol – José Américo Castro-

Foto de José Américo Castro.

Chiquinho deixou seu nome na historia do bom futebol

Foto de perfil de José Américo Castro
-José Américo Castro-

Foto de José Américo Castro.

“No campeonato da recordação faz distintivo do seu coração/Que as jornadas da vida, são bolas de sonho/Que o craque do tempo chutou”.

Francisco Assis da Silva Júnior, o popular “Chiquinho de Assis”, grande craque do futebol baiano nas décadas de 1960/ 70, goleador dos clubes onde passou, perdeu o jogo para o câncer.

O óbito ocorreu na madrugada da ultima quinta-feira, 24 de agosto, o corpo foi cremado nessa sexta-feira, 25, em Miami, nos Estados Unidos, onde morava com a família.

A pedido dele, antes de morrer, a cinza decorrente da cremação será lançada no “Ninho do Bentivi”(foto), o centro de treinamento da Catuense, onde trabalhou como treinador.

Chiquinho de Assis era natural de Miracema, no Rio de Janeiro, e tinha 63 anos.

Como atleta deu muitas alegrias às torcidas do Fluminense (RJ), Botafogo, Fluminense de Feira de Santana e o Leônico.

Chiquinho também foi técnico das divisões de base do Bahia e Vitória, ajudando a revelar grandes jogadores como Uéslei, Marcelo Ramos, Fabão, Robson Luis, Leandro Domingues, David Luiz, Obina, Marcelo Moreno, entre outros.

Seu trabalho de formação de atletas se estendeu por Ipiaú e Ubatã, treinando as seleções locais. Por Ipiaú foi campeão da Copas do Cacau e conquistou o titulo da Copa dos Campeões.

. No exterior fez carreira como técnico do Miami F.C., dos EUA.

Chiquinho era muito querido em Ipiaú. Nesta cidade cultivou boas amizades e recebeu sinceras homenagens.

É provável que antes do jogo, nesse domingo, 27, no Estádio Pedro Caetano, entre as seleções de Ipiaú e Ubaitaba, pelo Campeonato Intermunicipal,se faça um minuto de silêncio em sua memória.

“No vídeo tape do sonho, a história gravou”: Adeus Chiquinho.

Foto de José Américo Castro.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *